quarta-feira, dezembro 7, 2022
Home Brasil Paula Fernanda Delai avalia a participação brasileira na 44ª Olimpíada de Xadrez

Paula Fernanda Delai avalia a participação brasileira na 44ª Olimpíada de Xadrez

“Devemos valorizar as novas conquistas do xadrez brasileiro”, diz a médica e ex-jogadora de xadrez

O Brasil marcou presença na 44ª edição da Olimpíada de Xadrez realizada em Chennai, Índia, em agosto. Para a ex-jogadora e médica Paula Fernanda Delai, nossas equipes mostraram que estão evoluindo na competição mundial e elevando o patamar do esporte no Brasil.

A seleção masculina terminou em 21º lugar com 7,5 pontos em onze rodadas. Já a feminina fechou em 39º lugar com 6,5. No total foram duas semanas de competição. “Um detalhe é que edição de 2022 não contou com a participação das delegações da China e nem da Rússia, que são fortes competidoras. Algumas baixas de participação foram atribuídas por causa de novos surtos de Covid-19 e outras devido a invasão militar na Ucrânia. Porém, isso não tira o mérito dos participantes e mesmo assim houve recorde de 188 países diferentes na mesma edição, com atuação brasileira de destaque”. afirma Paula Delai.

Ainda de acordo com Paula Fernanda Delai, vale destacar a forte participação da atual campeã nacional, Julia Alboredo, 25 anos. “Ela mostrou segurança pois obteve quatro vitórias, seis empates e apenas uma derrota, somando 7 dos 11 pontos possíveis contra adversárias difíceis. A equipe jogou na parte de cima da tabela. Júlia teve um desempenho muito bom e ultrapassou a barreira de rating dos 2.300 pontos, voltando para a Brasil qualificada para o título de Mestre Fide”, ressalta a ex-jogadora.

De 1972 até agora, as equipes do Brasil conquistaram sete medalhas individuais na Olimpíada de Xadrez: três no masculino (uma de ouro, uma de prata e uma de bronze), e quatro pela equipe feminina (uma de ouro, duas de prata e uma de bronze). “A última medalha brasileira foi na disputa da 36a edição da Olimpíada de xadrez em Turim (Itália), quando Rafael Leitão conquistou a medalha de prata no terceiro tabuleiro. Eu integrei a equipe Olímpica feminina nesse ano de 2006, foi a minha última participação”, conta Paula Delai.

Nesta edição de 2022 a vencedora da categoria absoluta foi a seleção do Uzbequistão. A Armênia ficou em segundo lugar e com o bronze ficou a seleção indiana, representante do país organizador. Na modalidade feminina, a equipe da Ucrânia foi campeã. A Geórgia ficou em segundo lugar e a medalha de bronze também ficou com o país sede, no caso a Índia.

 
 
 
- Advertisment -

Recentes