terça-feira, outubro 4, 2022
Home Geral Médico suspeito de abusar de quatro pacientes em Canoinhas é preso

Médico suspeito de abusar de quatro pacientes em Canoinhas é preso

Um médico de 34 anos foi preso suspeito de abusar sexualmente de ao menos quatro pacientes em Canoinhas, no Norte catarinense. O caso corre em segredo de justiça desde 2012. Chade Nagib Taha foi capturado na segunda-feira (18) em um hotel em São Mateus do Sul, no Paraná, e levado para a Unidade Prisional Avançada (UPA) de Canoinhas em prisão preventiva.

A reportagem da RBS TV teve acesso aos autos do processo. Os casos teriam acontecido na Unidade de Saúde de Pronto-atendimento de Canoinhas, que é integrada ao Hospital Santa Cruz. Nos relatos, vítimas alegam que Taha teria passado a mão nas partes íntimas das pacientes nuas. Em um dos casos, o médico teria segurado o braço de uma mulher e pedido um beijo no consultório.

Segundo a Polícia Civil do município, o clínico-geral atuava na rede municipal de saúde e  também possui um mandado de prisão expedido em Presidente Prudente, no estado de São Paulo. O teor da acusação paulista, no entanto, não foi divulgada pela organização. O processo ainda não foi concluído e o nome das vítimas são mantidos em sigilo.

“Assim que tomamos conhecimento do paradeiro do médico fomos ao local com apoio da Polícia Civil do Paraná. Fizem o cumprimento do mandado de prisão. Não houve resistência por parte dele e ele foi imediatamente levado para a nossa cidade”, afirmou o delegado Wagner Meirelles, da Polícia Civil de Canoinhas. O G1 não conseguiu contato com a defesa do médico.

- Advertisment -

Recentes