segunda-feira, outubro 3, 2022
Home Saúde Com piora global da saúde mental, OMS pede mais investimentos no setor

Com piora global da saúde mental, OMS pede mais investimentos no setor

Por conta do aumento de problemas de saúde mental no mundo todo durante a pandemia da Covid-19, a Organização Mundial da Saúde (OMS) pediu, em documento publicado nesta quinta (17/6), que todas as nações façam mais investimentos no setor, enfatizando que “o sofrimento é enorme”.

Somente em 2020, as taxas de depressão e ansiedade subiram 25%, em um momento em que os escassos recursos de saúde estavam voltados para o combate do coronavírus.

Se antes da Covid-19, quase 1 bilhão de pessoas viviam com um transtorno mental, segundo relatório da agência da ONU sobre a situação da saúde mental global, a tendência é que esse número tenha sofrido um aumento drástico nos últimos anos.

Apesar do crescimento do interesse pelo assunto, não houve melhora nos investimentos dos países na área. De acordo com o relatório da OMS, apenas 2% dos orçamentos nacionais de saúde e menos de 1% de toda a ajuda internacional são dedicados à saúde mental.

“Todos esses números são muito, muito baixos”, declarou o consultor da Unidade de Saúde Mental da OMS Mark Van Ommeren, em coletiva de imprensa.

Desigualdade e estigmas

O documento ainda aponta que uma em cada oito pessoas no mundo vive com uma doença mental. O Relatório Mundial sobre Saúde Mental indica que essa realidade é agravada em situações de desigualdade no acesso a cuidados. Em países de alta renda, mais de 70% das pessoas com psicoses recebem tratamento, contra 12% em países de baixa renda.

O relatório pede ainda o fim da estigmatização associada à saúde mental. Segundo o documento, uma em cada 20 tentativas de suicídio leva à morte, sendo essa a causa de uma em cada 100 mortes anualmente em todo o mundo.

O diretor-geral da OMS Tedros Adhanom Ghebreyesus afirmou em nota que todos, em algum momento da vida, terão contato com alguém que sofre de problemas mentais.

“Investir em saúde mental é investir em uma vida e em um futuro melhor para todos”, conclui.

- Advertisment -

Recentes